sábado, 18 de abril de 2009

Mar adentro - Portimão (1)


João António Júdice Fialho
Portimão 1895 – Lisboa 1934

Apesar das inúmeras referências ligadas ao nome deste ilustre algarvio, em diversas cidades da província, pouco ou quase nada se encontra relativamente às suas facetas como armador e empresário, excepto ter casado com a filha dum abastado médico italiano, radicado localmente e ter sido dono duma belíssima moradia, na cidade de Portimão.
Como empresário o nome Júdice Fialho aparece ocasionalmente associado à indústria conserveira, devido às fábricas postas a laborar próximo a diversos portos piscatórios, com relevo para Faro, Matosinhos e Peniche.
Convém contudo lembrar que Júdice Fialho terá iniciado a sua carreira profissional, através da venda de palamenta e equipamentos para as embarcações de pesca, pelo que ainda jovem estaria já muito familiarizado com essa actividade.
Com a compra de pequenos barcos para a pesca, deu início à criação duma considerável frota pesqueira, ao longo dos anos, que o ligaram à pesca costeira, à pesca do alto, à pesca do bacalhau na Terra Nova, tendo ainda colocado um dos seus lugres no serviço de cabotagem nacional e internacional.
Naturalmente com extrema facilidade adquiriu vantagem em relação aos restantes concorrentes armadores algarvios, que existiam à época em número considerável, pois na eventualidade do peixe não ser comercializado, tinha sempre garantido o escoamento para as fabricas de conserva. E se por acaso houvesse falta de peixe, a situação era normalmente ultrapassada com a conserva de frutas e legumes.
Convém igualmente salientar que o pai Júdice Fialho, por se encontrar referência ao nome a partir de 1906, devia igualmente ter um forte vínculo à pesca, ainda que sem a grandeza e dimensão que se verificaram posteriormente.
Da frota da sua propriedade, até à data do seu falecimento, salientamos as seguintes embarcações:

Navio de cabotagem nacional e internacional

Lugre de 3 mastros “ALGARVE 3º”
Nº Oficial : 612 > Iic.: H.A.L.C. > Porto de registo : Portimão
Cttor.: Manuel M. Bolais Mónica, Gafanha da Nazaré, 1921
Tonelagens : Tab 222,00 to > Tal 162,00 to
Comprimentos : Pp 35,11 mt > Boca 9,05 mt > Pontal 3,73 mt
Máquina : Sem motor auxiliar

Navegação de longo curso – pesca do bacalhau

Lugre de 4 mastros “ALGARVE 2º”
Nº Oficial : 605 > Iic.: H.A.G.S. > Porto de registo : Portimão
Construtor : J.P. de Sousa, Portimão, 1921
Tonelagens : Tab 459,73 to > Tal 388,31 to
Comprimentos : Pp 39,32 mt > Boca 8,75 mt > Pontal 4,93 mt
Máquina : Sem motor auxiliar

Lugre de 3 mastros “ALGARVE 4º”
Nº Oficial : 605 > Iic.: H.A.G.S. > Porto de registo : Portimão
Construtor : Tobias de Lemos, Aveiro, lançado Maio de 1921
ex “Rigel”, Soc. Construção e Pesca Lda., Aveiro, 1921-1922
Tonelagens : Tab 273,20 to > Tal 259,54 to
Comprimentos : Pp 41,60 mt > Boca 9,00 mt > Pontal 4,00 mt
Máquina : Sem motor auxiliar

Lugre de 3 mastros “ALGARVE 5º”
Nº Oficial : 614 > Iic.: H.A.L.Q. > Porto de registo : Portimão
Construtor : J.P. de Sousa, Portimão, 1923
Tonelagens : Tab 379,55 to > Tal 360,58 to
Comprimentos : Pp 38,75 mt > Boca 9,50 mt > Pontal 3,75 mt
Máquina : Sem motor auxiliar

Continua…

Sem comentários:

Publicar um comentário